domingo, 22 de fevereiro de 2015

Colóquio de Amor - Poema de Santa Teresa de Jesus


"Deus meu, se o amor que me tendes É como o amor que vos tenho, Dizei: por que me detenho? Ou Vós, por que vos detendes?

- Alma, que queres de mim? 

- Deus meu, não mais do que ver-vos.

- E tu temes? Como assim? 

- O que mais temo é perder-vos. 

Uma alma em Deus escondida, Que mais tem que desejar? Senão sempre amar e amar, E, no amor toda incendida, Tornar-vos de novo a amar? Oh! dai-me, Deus meu, carinho! Oh! dai-me amor abrasado, E eu farei um doce ninho Onde for de vosso agrado."

S. Teresa de Jesus

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...